Percepción del consumidor de proteína animal sobre el bienestar de los animales de producción en Santarém, Pará, Brasil

Autores/as

  • Jamile Andréa Rodrigues da Silva
  • Welligton Conceição da Silva
  • Éder Bruno Rebelo da Silva

Resumen

As mudanças relacionadas à saúde e bem-estar dos animais tornaram-se cada vez mais relevantes no mundo, principalmente quando questionadas pelo mercado consumidor, que cobra do manejo produtivo a garantia sanitária e a qualidade no paladar da carne. O objetivo neste estudo é identificar a percepção do consumidor de produtos de origem animal sobre o bem-estar dos animais de produção, em Santarém, Pará, bem como sua  disposição em adquirir esses produtos com preços diferenciados. A pesquisa foi realizada através de um questionário padrão de caráter fechado contendo 10 (dez) perguntas objetivas, com resposta apenas de sim ou não. Foram aplicados questionários para 402 pessoas, em diferentes locais, como: feiras e praças públicas. Os resultados apontaram que a maioria dos entrevistados reconhecem que os produtos de origem animal fazem parte da sua dieta diária, além disso, a maioria dos consumidores não possuem conhecimento sobre a temática bem-estar animal, bem como não estão dispostos a pagar mais pelo produto com selo de qualidade, e não demonstraram interesse e/ou preocupação com o modo de criação ou abate dos animais. 

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

Astiz CS. Calidad de la canal y de la carne ovina y caprina y los gustos de los consumidores. Revista Brasileira de Zootecnia, 2008; 37: 143-160. DOI: http://

dx.doi.org/10.1590/S1516-35982008001300018.

Barcellos MD. Informação e qualidade na compra de carne bovina. Faces: Revista de Administração, 2004; 3(2): 43-59. DOI: doi.org/10.21714/1984-6975FACES2004V3N2ART35

Bonamigo A, Bonamigo CBSS, Molento CFM. Atribuições da carne de frango relevantes ao consumidor: foco no bem-estar animal. Revista Brasileira de Zootecnia, 2012; 41(4), 1044-1050. DOI: 10.1590/S1516-35982012000400029.

Broom DM, Molento CFM. Bem-estar animal: conceito e questões relacionadas - revisão. Archives of Veterinary Science, 2004; 9:1-11. DOI: 10.5380/avs.v9i2.4057.

Francisco DC, Nascimento VP, Loguercio AP, Camargo L. Caracterização do consumidor de carne de frango em Porto Alegre. Ciência Rural, 2007; 37(1), 253-258. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782007000100041.

Hotzel MJ, Machado Filho LCP. Bem-estar animal na agricultura do Século XXI. Revista de Etologia, 2004; 6(1):03-15. Acesso em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-28052004000100001&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 20 maio 2020.

Kallio JH. Animal health and animal welfare: Is it the same thing? Acta Veterinary Scand. 2008; 50: S1-S2. DOI: https://doi.org/10.1186/1751-0147-50-S1-S2.

Köbrich K, Maino M, Díaz C. El bienestar animal como um atributo de diferenciación en la compra de alimentos de origen animal. Economia Agraria, 2001; 6: 251-259.

Levin J. Estatística aplicada a ciências humanas. São Paulo: Harbra, 1987.

Molento CFM. Bem-estar e produção animal: aspectos econômicos - Revisão. Archives of Veterinary Science, 2005; 10(1): 1-11. DOI: http://dx.doi.org/10.5380/avs.v10i1.4078

Oliveira CB, Bartoli EC, Barcellos JOJ. Diferenciação por qualidade da carne bovina: a ótica do bem-estar animal. Ciência Rural, 2008; 38(7): 2092-2096. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-84782008000700049.

Pedrazzani AS, Molento CFM, Carneiro PCF, Catilho MF. Senciência e bem-estar de peixes: uma visão de futuro do mercado consumidor. Panorama da Aquicultura, 2007; 102: 24-29. Acesso em: https://panoramadaaquicultura.com.br/senciencia-e-bem-estar-de-peixes-uma-visao-de-futuro-do-mercado-consumidor/

Pinheiro MC, Gomes FE, Lopes GN. Perfil e preferência de consumo da carne bovina na cidade de Boa Vista Roraima (RR). Agro@mbiente On-line, 2008; 2(1): 28-36. DOI: http://dx.doi.org/10.18227/1982-8470ragro.v2i1.157.

Queiroz MLDV, Barbosa-Filho JAD, Albiero D, Brasil DDF, Melo RP. Percepção dos consumidores sobre o bem-estar dos animais de produção em Fortaleza, Ceará. Revista Ciência Agronômica, 2014; 45: 379-386. DOI: doi.org/10.1590/S1806-66902014000200020.

Raineri CR, Antonelli N, Prosdocimi C, Simionato De Barros AM, Tarazona, Gameiro AH. Contribution to economic evaluation of systems that value animal welfare at farm. Revista Colombiana de Ciencias Pecuarias, 2012; 25: 123-134. Acesso em: <http://www.scielo.org.co/pdf/rccp/v25n1/v25n1a14.pdf>

Schaly LM, Oliveira MC, Salviano PAP, Abreu JM. Percepção do consumidor sobre bem-estar de animais de produção em Rio Verde, GO. Pubvet, 2010; 4(38): 1982-1263. Acesso em: http://www.pubvet.com.br/uploads/7e8feb0e14d7bece67cb14a9cc12a21a.pdf >.

Silva EVC, Rueda P, Rangel J, Zúccari C. Bem-estar, ambiência e saúde animal. Ciência Animal Brasileira, 2009; 1-15. Acesso em: https://www.revistas.ufg.br/vet/article/view/7925

Souza MCGL, Casot LM, Lemme CF. Consumo consciente como determinante da sustentabilidade empresarial: respeitar os animais pode ser um bom negócio? Revista de Administração, 2013; 6: 229-246. Acesso em: http://www.spell.org.br/documentos/ver/13378/consumo-consciente-como-determinante-da-sustentabilidade-empresarial--respeitar-os-animais-pode-ser-um-bom-negocio-/i/pt-br

Velho JP, Barcellos JOJ, Lengler L, Elias SA, Oliveira TE. Disposição dos consumidores porto-alegrenses à compra de carne bovina com certificação. Revista Brasileira de Zootecnia, 2009; 38: 399-404. DOI: doi.org/10.1590/S1516-35982009000200025

Publicado

2020-10-23

Número

Sección

ARTÍCULO ORIGINAL DE INVESTIGACIÓN